Pesquisar este blog

Tradutor

domingo, 12 de janeiro de 2014

A Estrada

Foto: Wagner Pereira
  Outra noite vem e vai e mais uma
  vez me sinto só...
 
  O que mais queria nesse momento
  era estar contigo
 
  Queria que estivesse aqui, agora e
  para sempre
 
  O que mais quero agora é voltar 
  para casa...
 
 
 
 
 
 
 
 
Não atendo mais as ligações, pois não vou mais brincar de amar
 
Te deixei esperando eu sei
 
Eu menti
 
Eu despedacei seu coração
 
Eu fugi para não te ver mergulhar na tristeza
 
Saiba que nunca quis te fazer chorar...

 

Não te esqueci um só instante

Ainda guardo as cartas que me escreveu

Palavras doces, intensas, e verdadeiras que aquecem minha alma nas noites frias

Infelizmente em meu mundo não há espaço para sonhos, muito menos para o amor

Estarás comigo sempre em meu coração

Mas jamais te terei em meus braços novamente

É o preço que tenho que pagar

A cada passo adiante sempre deixamos algo para trás

Mas o que eles não sabem é que o que mais quero é voltar para casa...

 

Amanha será um novo dia...

Voltarei para a estrada

E me afastarei de ti cada vez mais

Me sinto só, vazio

Sinto como se estivesse indo onde o vento me levasse

Agora sei que não há vida plena sem amor

Minto todos os dias quando digo para todos que não te quero mais

Deveria ser fácil

Mas para manter o sonho vivo é necessário enganar a todos...

 

Você jamais entenderia...

Mais preciso muito do seu amor

Imaginar teu olhar dizendo que me ama

A distancia vai aumentando e nos separando ainda mais

Ter sempre que partir me consumia

Nunca quis te perder, mas jamais poderia te levar

Por isso preferi partir e te deixar livre

Você é o único que está em minha vida, minha mente e meu coração...

 

Seu sorriso sempre iluminou meus caminhos,

Talvez por isso sinto que o brilho de minha vida se foi junto contigo

Te amei desde a primeira vez que te vi

Você nunca deixava minhas lagrimas caírem

Você sempre foi minha força

Você sempre foi meu sonho bom...

 

Agora a estrada me chama de volta...

Mais uma vez terei que partir

Esses versos serão apenas mais uma carta que levarei comigo por onde for

Talvez você nunca venha saber que os escrevi

Ou talvez seja esses versos que um dia me levem de volta para casa...

 

Por:Tatiana Bontay

 

Um comentário: